Em África, Moisés faz refém um nazi, veste a sua camisola e prepara para o seu amo uma maçã assada




respondendo a
este desafio,
















o nazi agira macio, Meu Lixa,
despede a lei que haja
no alvitre, meu Lixa

porque o miúdo calou os doentes, Meu Lixa.
(sim, aí no alvitre, Meu Lixa)

gemei! gemei o rabi-unhão da juris
maldita, Meu lixa
maldita é, Meu Lixa

(atiço o fogo, que flama, meu Lixa!)

e eu roubei a camisola do nazi, Meu Lixa
camisola vermelha, Meu Lixa

a casa fica na terra de Aja de Tíbia, Meu Lixa
pela noite terei essa vossa maçã
assada, Meu Lixa

para que um dia o Meu Lixa me saúde quando
me vir:

"nossa.....bem-haja, Moisés!"



2 comentários:

van disse...

:D

Lord of Erewhon disse...

O rapaz parece-me hindú... como tal, o símbolo que veste não pode ser a Suástica Nazi.

Se não percebeste porquê, vai ao Google!