poética

.














À Van, um poeta sueco. Que encontre por fim a sua Suécia na cidade das sete colinas.

.

É o silêncio que deves escutar
o silêncio por detrás das alusões, das elisões
o silêncio por detrás da retórica
o silêncio do que se chama a perfeição formal
Isto é a busca do não-sentido
até no próprio sentido
e reciprocamente
Ora tudo o que com arte escrevo
justamente é sem arte
e todo o cheio é vão
Tudo o que escrevi
está escrito entre as linhas



Gunnar Ekelöf

(Tradução de Vasco Graça Moura)

1 comentário:

van disse...

Orbigada Tiago! :)