ao telefone

.
- estou
- está lá?
- sim?
- é do escritório do sotôr?
- é sim.
- e ele está?
- está sim
- e pode chamá-lo?
- é o próprio.
- como?
- é ele
- ele quem?
- o advogado
- qual advogado?
- o sotôr, com quem deseja falar
- como sabe com quem desejo falar?
- o senhor deseja falar comigo, perguntou por mim.
- e a secretária?
- não existe secretária neste escritório, só secretário.
- e onde está o secretário?
- o secretário hoje não pôde vir.
- e o advogado é que atende o telefone?
- sim, por que não haveria de atender?
- é estranho não haver quem me passe ao advogado, desconfio de advogados que atendem o telefone. Provavelmente têm pouco trabalho. Se têm pouco trabalho são incompetentes. Se são incompetentes não servem.

[a chamada foi interrompida]




[tn]

4 comentários:

van disse...

LOL

Margarida disse...

Lindo!
:-D

Anónimo disse...

Esta conversa, a ter acontecido, é uma prova da imbecilidade que brota neste país, quais papoilas na Holanda.

Anónimo disse...

Oh sôtor!!!
Veja lá se faz alguma coisinha??!!
Está-me a parecer aqui uma pontinha de incompetência!!! lololol

Muito bom!

India