Pensamento

Partiram aqueles que precisam de regressar.

[tn]

10 comentários:

V.M.Paes disse...

e tonam partir.

muito bom.

abraço.

Fatma disse...

... para voltar de novo... :)

Papagaio Mudo disse...

muita boa redundância Tiago.
uma sugestão de editor e revisor literário, sem querer me intrometer no seu estilo, porque isso é inigualável.
"Partiram aqueles que precisavam regressar". Peguei pesado?
ou invés de "precisam de regressar"
partiram (passado) presisam (presente)
até aí tudo bem muda nada, mas tira o "de".
Eu sou muito crítico, não se ofenda por favor. Você tem estilo, basta. (basta) Se pudesse ou recebesse comentários assim para aprimorar meu texto, eu gostaria. Afinal, aceitamos ou não as sugestões. Difícil é dizer que não está perfeito sem se justicar. Essa voz simplesmente é desconsiderada.
Um Forte Abraço.

Gustavo Perez

Texto-Al disse...

obg pela participação, papagaio.
contudo, dois pontos:

- creio que não entendeu bem o que eu quis dizer, e daí a questão do tempo verbal. aparentemente a frase é muito simples mas pode ter várias leituras. o que quero dizer é que só existe regresso se uma houver uma partida. por isso mesmo, aqueles que querem regressar são "obrigados" a partir (ou a fingir que partem). precisamente para poderem regressar ao mesmo lugar. o subtileza da frase creio que está aí: um regresso é sempre um regresso, é sempre mais notado. quem não parte, não pode regressar, pois um regresso implica sempre uma partida, certo?
Como tal, os tempos verbais só podem ser esses. Partiram (foram embora, passado) aqueles que precisam (ainda precisam, porque ainda não regressaram, e por isso é presente) de regressar.

- quanto ao "de", em português europeu soa bem melhor, garanto-lhe. admito que no brasil ficaria melhor sem ele.

abraço
Tiago

PS: também sou revisor.

Papagaio Mudo disse...

Ora Tiago,

Está expicado. Obrigado por sua consideração em ler e responder à minha crítica construtiva. Ah, esqueço-me das nuances linguísticas entre os 'nossos' portugueses.
Agradeço tua resposta como autor e revisor. Depois quero comentar sobre um poema de sua autoria que achei simplesmente 'uma pérola' -postado no blog da Camila Ribeiro, o Vaga-Lumens.
abraço,

Gustavo

Texto-Al disse...

Obrigado pelo elogio ao meu poema "cocktail bukowski", Gustavo. é um poema que vale pela ambiente estranho que tem à sua volta. infelizmente nem sempre conseguimos criar algo assim. É optimo quando acontece.

abraço
Tiago

Arabica disse...

A vida é partida e regresso, constantes.


Bom inicio de semana.

L.C. disse...

6 palavras que podem dizer tudo: o círculo sagrado? Metafisicamente partir já é regressar: Vens do barro, tornas ao barro.
L.C.

van disse...

(a si mesmos).
:)
beijocas

Anónimo disse...

partiram aqueles que precisam ser substituídos

sartmez