Um poema de Tiago Nené - Cotovelos sobre a mesa



















COTOVELOS SOBRE A MESA

[a uma pessoa muito especial]


invisíveis luzes estão acesas.
vejo o andré, o
fundador, desintegrando as direcções
do tempo sujo
passível de ser reciclado em boa arte.
o mário, o
de vasconcelos, enfia a rosto na cabeça
e engole as sombras disponíveis
dos alimentos citadinos mas rugosos.
o antónio, o de maria e o de lisboa, sorri como
aparece na capa
de um livro póstumo (consultem-no)
e crê retirar aos poucos
o ar aos insectos que circulam.
do outro lado o
alexandre, o de o'neill,
ergue-se em direcção a uma das
casas-de-banho de que o mundo, con-
tiguamente, é feito.

mas vendo bem as coisas,
talvez segundo
um intervalo quadrangular,
este meu trabalho do olhar
dirá apenas respeito
ao meu poema. o que lhes interessará a eles
é que uma vez chegados
ao surrealismo reflexo do seu público anonimato
cada um escreverá o seu.


Tiago Nené
inédito

8 comentários:

L. disse...

especial:)

Ana disse...

os poemas deste blog estão sempre catapultados para o futuro. sem duvida algo de mt diferente, o que faz a minha visita muito demorada.

Efigênia Coutinho disse...

Tiago Nené

ao meu poema. o que lhes interessará a eles
é que uma vez chegados
ao surrealismo reflexo do seu público anonimato
cada um escreverá o seu.

Gostei muito de sua poesia, voltarei para ler outras,
Efigênia Coutinho

On The Rocks disse...

sim, acredito.

o meu primeiro poema escrevi aos 36anos, ou seja, há poucos meses atrás.

você gosta de listas dos melhores?

vai no on the rocks!

abs

Ana Paula disse...

Muito gostei :)

V.M.Paes disse...

Linda complexidade Tiago.

um abraço.

Pedro Rodrigues disse...

Isto é beleza. Isto é poder. Isto é poesia.

Continua, cá continuarei a passar, num passa que fica preso à dimensão anónima de uma visão distante.

Adorei.

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

A Amizade é...
O mais nobre dos sentimentos,
Cresce à sombra do desinteresse,
Nutre-se brindando-se e floresce
a cada dia com a compreensão.

Seu lugar está junto ao amor
Porque ela é também amor.
Somente os honestos podem
ter amigos, porque à amizade,
o mais leve dos cálculos a fere.

Como é um bem reservado aos
eleitos, é o sentimento mais
incompreendido e o pior interpretado.
Não admite sombras nem fingimentos,
rusticidade nem renúncias.

Exige no entanto sacrifício e coragem,
compreensão e verdade,
VERDADE! acima de todas as coisas.

Com as pequenas coisas
do dia a dia
cresce nossa amizade.
Desejo que sempre seja assim.
(Desconhecido)

Te desejo um final de semana com muitos amigos,amor e paz
Abraços do amigo Eduardo Poisl